segunda-feira, 25 de julho de 2011

Dentista também aplica Botox

O uso da Toxina Botulínica na odontologia é regulamentado pelo CFO (Conselho Federal de Odontologia) desde que o cirurgião-dentista seja devidamente qualificado.

A toxina botulínica foi descoberta inicialmente para fins terapêuticos, como em casos em que há contração muscular excessiva. Posteriormente começou o seu uso para fins estéticos, para cobrir rugas e linhas de expressão, aumentar volume de lábios e etc.

Essas duas indicações principais estão sendo usadas amplamente na Odontologia. O Botox é um importante agente no tratamento das DTM's (Disfunções Têmporo-Mandibulares) quando o paciente relata fortes dores musculares na face, dores de cabeça, e que é constatado que está tendo uma contração muscular excessiva. A aplicação de botox relaxa a musculatura, aliviando os sintomas.

O botox também é utilizado como ferramente estética quando o problemas está nas áreas de competência do cirurgião-dentista como por exemplo: em casos de assimetria facial, eliminação do sulco naso-labial proeminente (bigode-chinês), aumento labial e etc.

Está sendo amplamente utilizado para eliminação do chamado "sorriso gengival", em que a toxina promove um reposicionamente do lábio, "escondendo" o excesso do tecido gengival.

Sendo assim, percebemos que são amplas as vantagens do uso desta toxina, desde que seja usada corretamente por um profissional habilitado.

Quer saber mais informações sobre este tema?

http://cfo.org.br/jornal/jornal/
http://cfo.org.br/todas-as-noticias/noticias/o-uso-da-toxina-botulinica-por-profissionais-de-odontologia/
http://cfo.org.br/todas-as-noticias/nota-oficial-sobre-toxina-botulinica-e-do-acido-hialuronico/

Nenhum comentário:

Postar um comentário