terça-feira, 1 de maio de 2012

Documentação Ortodôntica

Muitos pacientes estão ansiosos para começar o tratamento ortodôntico, mas para isso precisam primeiramente realizar a famosa documentação ortodôntica, que leva de 7 a 10 dias para ficar pronta.

Porque fazer a documentação ortodôntica?

A documentação ortodôntica é um exame, que possui as informações pessoais do paciente, bem como sua história médica e odontológica, compondo assim a Anamnese, que é fundamental para que o profissional entenda sua história e sua queixa principal.

Além disso, é composta de modelos de gesso, que o profissional usa para avaliar o posicionamento dos dentes do paciente, o formato de suas arcadas dentárias, a oclusão, se há espaço sobrando ou falta de espaço para os dentes, mordida aberta, mordida cruzada, e etc.

O ortodontista também faz essa análise através das fotos iniciais que também servem como parâmetro para comparação, já que a maioria dos profissionais vão fotografando o caso ao longo do tratamento.

O exame é composto também de radiografias, que mostram o posicionamento das raízes dos dentes, se existem dentes supranumerários, dentes ausentes, dentes inclusos, a condição óssea do paciente e etc.

As radiografias laterais, chamadas de telerradiografias, são usadas para a Cefalometria.
É feito um desenho, um traçado em cima da telerradiografia, e através desse traçado é feita a cefalometria, que é o estudo das medidas angulares e lineares do posicionamento dos ossos e dentes do paciente. São feitas diversas análises através de valores pré-estabelecidos para pacientes daquela idade e condição.

Após o estudo da documentação ortodôntica completa do paciente, o ortodontista fecha o diagnóstico e faz um plano de tratamento.

A documentação ortodôntica além de ser um exame indispensável para o tratamento ortodôntico, é também um documento legal que o ortodontista guarda como “prova” de que o paciente tinha aquele problema antes do tratamento e para comparação com o final do tratamento.

Na ortodontia CADA CASO É UM CASO, portanto é impossível realizar um diagnóstico do paciente apenas com exame clínico. É necessário todos estes exames complementares.

Imagine um cardiologista realizar uma cirurgia cardíaca sem um exame prévio?

É a mesma situação. O profissional precisa dos exames para elaboração de um correto diagnóstico e o melhor plano de tratamento para o paciente.

Portanto confie no seu ortodontista quando ele solicitar a documentação ortodôntica e desconfie se algum “profissional” não pedir a pasta ortodôntica e cuidado com as clínicas que têm como “promoção” não precisar fazer a pasta ou um pasta mais barata, porém incompleta.

Afinal de contas, é a sua saúde, seu bem mais precioso, que tem que estar nas mãos de um profissional competente e de confiança!

Nenhum comentário:

Postar um comentário